Loading...

quarta-feira, 10 de outubro de 2012

CARYBÉ


    Hector Julio Paride Carybe, conhecido como Carybé, foi um importante artista plástico (pintor, gravador, escultor, ceramista, ilustrador e desenhista) argentino, naturalizado brasileiro. Nasceu na cidade argentina de Lanús em 7 de fevereiro de 1911, e faleceu em Salvador (Bahia) em 2 de outubro de 1997. 
    Apaixonado pela Bahia, Carybé tornou-se conhecido com suas obras que valorizavam a cultura baiana, os rituais afro-brasileiros, a capoeira, as belezas naturais e arquitetônicas da Bahia.
    Carybé fez ilustrações para livros de escritores famosos e Ilustrou a capa de livros do escritor baiano Jorge Amado e também do livro Cem Anos de Solidão de Gabriel Garcia Márquez. A ilustração do livro Macunaíma, de Mario de Andrade, também foi feita por Carybé.
Uma de suas obras mais conhecidas é o conjunto de painéis “Os povos afros”, os “Ibéricos” e “Libertadores” de 1988. Estas obras fazem parte da decoração do mural do Memorial da América Latina, situado no bairro da Barra Funda (cidade de São Paulo). Fez também murais para o Aeroporto Internacional de Miami.



Principais obras de Carybé



Carybé - "Bahia" (1971); óleo sobre tela




Carybé - "A morte de Alexandrina" (1939); óleo sobre tela




Carybé - "Índios Guerreiros"; painel no edifício Campo Grande (Salvador, BA)




Carybé - "Festa do Pilão de Oxalá"; desenho da série Iconografia dos Deuses Africanos




Carybé, Baiana - óleo sobre madeira



Segundo seu ilustre amigo Jorge Amado, ninguém melhor do que Carybé retratou e amou os valores culturais da Bahia de maneira mais verdadeira.

Obrigado!

2 comentários:

  1. Adoro este tipo de arte, é a cara do nosso país, sou Brasileira com muito orgulho!
    Valquiria Francisquini

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela visita Val, também adoro as obras dele! bjus

      Excluir